28/09/2017

MACAU – 1913 – D. Carlos I – com sobrecarga local


No leilão 71º. da leiloeira PDias, a realizar em 21OUT17, vai à praça o lote 860, o qual é composto, segundo a descrição do mesmo, pela série completa da emissão de 1913 – Mouchon, com sobrecarga local. Estamos a falar de uma das séries mais raras de Macau.


Se não levarmos em consideração, para a composição da série completa, o selo de 10 avos, azul esverdeado, do qual só foram sobrecargados oficialmente 10 selos, a série é composta por 12 selos.

O lote a leilão é efetivamente composto por 12 selos.

 

Mas se observarmos com atenção as sobrecargas dos selos que compõem o lote, salta à vista que dois dos selos não apresentam a sobrecarga local, mas sim a sobrecarga da Casa da Moeda de Lisboa.

São eles o 13 (violeta cinzento) e 18 avos.

Para aqueles que têm mais dificuldade em diferenciar as duas sobrecargas, observe-se a sobrecarga do selo de 16 avos com as dos selos de 13 e 18 avos, todos desse lote:


Observa-se que a sobrecarga local é mais fina que a da Casa da Moeda e, principalmente, chama à atenção as letras R, P e A, que na sobrecarga local são mais estreitos e diferentes. Há igualmente diferença no comprimento da sobrecarga: a sobrecarga local, bem batida e incluindo serifas, mede sensivelmente 23,5 mm, a da Casa da Moeda mede sensivelmente 25 mm. As sobrecargas locais aparecem, por vezes, com as letras partidas ou deformadas, fruto da utilização de carateres tipográficos deteriorados.
É provável que quem compre esta série não seja conhecedor das caraterísticas destas sobrecargas e compre acreditando no leiloeiro.
É certo que aqueles selos não são dos mais raros da série, mas a série está incompleta, o que provocará danos ao comprador e, pelas regras do leilão, não poderá reclamar, por o lote ser constituído por 3 ou mais selos.  
 
 
 

30/08/2017

S. TOMÉ E PRÍNCIPE - Selos de 1902 com sobrecarga REPUBLICA local (2)

Já é bastante estranho que o mesmo selo seja vendido duas vezes pelo mesmo vendedor passados apenas alguns dias.


Item 322649744899 vendido no dia 19/8/2017 

Item 322667028824 vendido no dia 21/8/17

A prática de vendas fictícias é bastante comum entre os vendedores Ebay para aumentar os feedbacks positivos. E os feedbacks de facto não faltaram.


Feedbacks mais recentes de marialourdesalves

Neste caso porém o engano maior é outro e mais uma vez se trata de uma falsificação da sobrecarga sobre um selo original. Este foi comprado no dia 29/7/2017.

Item 201994694120 (selo original)

Em menos de um mês foi recolocado no Ebay com a sobrecarga falsa.



29/08/2017

S. TOMÉ E PRÍNCIPE - Selos de 1902 com sobrecarga REPUBLICA local

A falsificação, já denunciada no fórum www.selos-postais.com, da sobrecarga local "REPUBLICA" num selo de S. Tomé e Príncipe é indiscutível e é a demonstração que o falsário está actuando nos nosso dias.

O selo original (Af. 75 de 1902) foi comprado no dia 29/7/17 no Ebay ao vendedor "eternal.stamps".




O mesmo selo reaparece à venda no Ebay (vendedor "marialourdesalves") no dia 20/8/17 mas desta vez já com uma sobrecarga REPUBLICA apócrifa que o torna num selo mais valioso (Af. 132 de 1913).


A falsidicação parece ser bastante perigosa e é aconselhável prestar muita atenção ao comprar selos com esta sobrecarga.

Um outro selos com a mesma sobrecarga falsa foi vendido em Janeiro 2017. Comparando as duas sobrecargas podem-se ver alguns pormenores característicos em ambos os exemplos. Comparando-os com uma sobrecarga original podemos definir quais partes de uma sobrecarga é preciso observar atentamente para reconhecer a falsificação.


04/06/2017

PORTUGAL - 1917-1920 – Ceres, papel cartolina


No 70º. Leilão da leiloeira PDias, a realizar no dia 01JUL17, vai à praça o lote 1026, constituído por um selo ceres, do 2C, laranja, denteado 12 x 11 ½. A descrição refere-o como sendo em papel cartolina, indicando a sua espessura: 0,10 mm.

 
Ora, 0,10 mm, não é espessura suficiente para que o papel seja considerado cartolina, sendo por isso papel espesso. A tabela de espessuras referentes aos selos ceres indica que o papel cartolina tem de apresentar uma espessura superior a 0,10 mm.
A tabela, da autoria dos Engs. Miranda da Mota e Armando Vieira, encontra-se publicada no catálogo de selos postais Mundifil.
Aparecem, por vezes, à venda, selos com a espessura de 0,10 mm, como sendo papel cartolina, pelo que é preciso ter atenção à verdadeira espessura.
 
 
 
 
 

25/04/2017

PORTUGAL – 1928 – 1929 – Ceres, com sobretaxa (13)


No 65º. Leilão do NFACP, a realizar no dia 27MAI17, vai à praça o lote 937, constituído por uma tira horizontal de quatro selos do 10C s/ ¼C, sépia, com sobretaxa invertida. O papel, não sendo referido, tudo indica ser o acetinado. A descrição refere-os como usados, mas julgo tratar-se de selos novos, como aliás aparentam.

As sobretaxas são falsas.
Trata-se de uma repetição em leilões. Foi o lote 816 do 31º. Leilão do CFP, não tendo, na altura, sido vendido.
Para um melhor esclarecimento compare-se sobretaxas normais e as ditas invertidas:
 
Este assunto - sobretaxas invertidas - já foi analisado no tópico nº.9 dos selos Ceres, com sobretaxa.

20/02/2017

PORTUGAL – 1928 – 1929 – Ceres, com sobretaxa/sobrecarga (12)


Encontram-se à venda na eBay os selos ceres com sobrecarga Revalidado, do 10C, tijolo, denteado 12 x 11 ½.

 
 
 

Um dos selos apresenta múltiplas sobrecargas a preto e vermelho. O outro uma suposta dupla sobrecarga.

Não passam de mais uns devaneios.

Só a miscelânea das sobrecargas e o tipo de tinta utilizado, denunciam a aldrabice.