27/01/2017

PORTUGAL – 1928 – 1929 – Ceres, com sobretaxa (11)


No próximo leilão da leiloeira PDias, vai à praça o selo ceres sobretaxado do 10C s/ ¼C, sépia, papel acetinado, com sobretaxa dupla:

As sobretaxas que compõem a dupla sobretaxa são ambas falsas.
Na minha opinião, noventa por cento das sobretaxas duplas que aparecem nesta série, são falsas. Umas são provenientes de sobretaxas ambas falsas e outras de uma sobretaxa genuína e outra falsa.
Temos de ter a noção de que dificilmente uma folha que já tivesse recebido a sobretaxa, voltaria ao circuito da impressão da sobretaxa, recebendo uma outra. A acontecer, teria havido intenção. Depois, se a folha recebesse duas vezes a sobretaxa, proporcionaria pelo menos 180 sobretaxas duplas idênticas e mais uma variedade deveras interessante, que nunca vi. Note-se que, tendo em atenção a quantidade de sobretaxas duplas diferentes que aparecem e sabendo-se que por folha seriam pelo menos 180 selos, estes seriam comuns.
Existem nesta série sobretaxas duplas genuínas, umas que terão ocorrido provavelmente devido ao encravamento da folha, neste caso o 16C s/ 32C, verde, do qual se conhecem selos isolados e blocos, sempre novos:
E outras que não passarão de simples repintes, como é o caso do 80C s/48C, rosa, que foi a primeira sobrecarga dupla catalogada, em usado, no catálogo Simões Ferreira, a qual aparece com carimbos de Lisboa, Alpedrinha e Fundão.
 

Hoje já é possível observar imitações de repintes noutras taxas, pelo que a análise aos selos, com estes tipos de variedades, deve ser atenta.
 

Sem comentários:

Publicar um comentário